Tratamento capilar com laser ou LED - Fabiana Caraciolo

Tratamento capilar com laser ou LED

Fotobioestimulação para tratamento da calvície

                           Fotobioestimulação para tratamento da calvície

 

Uma das novas modalidades de tratamento para a calvície é a chamada terapia de fotobioestimulação ou fotobiomodulação.

 

O que é a terapia de fotobioestimulação?

É o tratamento que utiliza uma luz de baixa potência  (luz vermelha ou próximo ao infravermelho) para estimular reações químicas nas células.

 

Como surgiu a fotobioestimulação?

No final da década de 60, o médico húngaro Endre Mester estava investigando se um laser poderia causar câncer. Ele selecionou alguns ratinhos, raspou seus pelos do dorso e os dividiu em dois grupos.  Em um grupo ele aplicou um laser de rubi de baixa potência e observou que aqueles ratinhos não desenvolveram câncer, e, para a sua surpresa, tiveram um crescimento de pelos mais rápido que o do outro grupo. E, foi  assim, que a  fotobioestimulação foi descoberta, e, desde então, vem sendo estudados os potenciais benefícios destas luzes, como aceleração de  cicatrização de feridas, redução de inflamação da acne, entre outros, inclusive, para tratamento da alopecia androgenética.

 

Como a  fotobioestimulação pode ajudar no tratamento da alopecia androgenética?

Para entendermos essa parte, vamos voltar para nossa época da escola, quando estudamos biologia…

Dentro das nossas células, existem estruturas chamadas mitocôndrias, que são “casas de força” das células, pois produzem energia (ATP) para as atividades celulares.

Já podemos imaginar então que o folículos precisam muito desta energia gerada pelas mitocôndrias para fabricar o cabelo e mantê-lo em fase de crescimento.

Então, resumindo: mitocôndrias geram energia que é importante para produzir o cabelo.

Partindo disto, acredita-se que um dos mecanismo pelos quais o laser em baixa potência possa ajudar no tratamento da calvície seja que a luz atravessa a pele, chega ao nível das células dos folículos e é absorvida pelas mitocôndrias. A partir daí, haveria:

  1. Aumento da produção de energia que será usada pelas células do folículo
  2. Liberação de uma substância chamada óxido nítrico que causa abertura dos vasos  (vasodilatação) aumentando a chegada de oxigênio e nutrientes aos folículos
Com mais energia e nutrientes, as células dos folículos operariam em condições otimizadas possibilitando um aumento no tempo de crescimento dos fios e fabricação de fios mais espessos.

3.Ação anti-inflamatória e antioxidante – muito importante quando falamos em calvície, pois, como  já vimos, em artigos anteriores, há uma inflamação ao redor do folículo em muitos pacientes com calvície que contribui para miniaturização do folículo.

 

Fotobioestimulação para tratamento da calvície

 

Para saber sobre calvície, clique aqui.

Para agendamento de consulta, clique aqui.

Instagram: www.instagram.com/fabianacaraciolodermato/

 

Meu vídeo sobre a fotobioestimulação:

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *