Cabelo branco - Fabiana Caraciolo

Cabelo branco

Mais cedo ou mais tarde, os famigerados cabelos brancos irão aparecer.  A cor do cabelo é determinada pela quantidade e pelo tipo de melanina, que o pigmento que também dá o tom da nossa pele, e é fabricada por células chamadas de melanócitos.

 

 

 

A partir de que idade surge o cabelo branco?

Na raça branca, os primeiros cabelos brancos costumam surgir a partir dos 30 anos de idade. Já nos asiáticos, eles surgem no final da terceira década de vida, e, nos negros, após os 40 anos.

 

Mas isto não é uma regra, pois a herança genética de cada família tem uma influência muito grande no aparecimento mais precoce ou não dos cabelos brancos.

Além disso, alguns fatores externos também aceleram o embranquecimento dos fios (canície).

A canície é considerada precoce quando ocorre antes dos 20 anos em brancos e antes dos 30 em negros.

 

Por que o cabelo fica branco?

Assim como a pele, o couro cabeludo e os cabelos também envelhecem e os estudos sugerem que o estresse oxidativo, provocado pelos radicais livres, seja o maior responsável por este processo de envelhecimento.

Os radicais livres são moléculas altamente reativas que são geradas por diversos desencadeantes internos e externos e que podem danificar diretamente as nossas células. E, como defesa, o nosso organismo produz os chamados antioxidantes.

O próprio processo de formação de melanina pelos melanócitos dos folículos pilosos gera uma grande quantidade de radicais livres.

Com o passar dos anos, acredita-se que a produção de radicais livres aumenta e a de antioxidantes diminui. Este desequilíbrio resulta em um acúmulo dos radicais livres e consequente agressão dos melanócitos.

 

Desequilíbrio gerando o estresse oxidativo

Alguns fatores externos como fumo, radiação ultravioleta e poluição contribuem para formação de radicais livres e, consequentemente, aceleram o embranquecimento do cabelo.

 

Fatores que aumentam a formação de radicais livres e aceleram o surgimento de cabelos brancos

 

Arrancar um fio de cabelo branco faz nascer vários outros no lugar? 

 

Não, isto é um mito. Na verdade, se ficarmos arrancando várias vezes o mesmo fio, o folículo piloso pode ser danificado e o pelo pode não voltar a crescer.

 

Por que o cabelo branco é mais rebelde?

 

Não se sabe ainda exatamente o porquê.  Acha-se que, com a diminuição da atividade dos melanócitos (células que produzem o pigmento que dá cor aos cabelos),  haveria um aumento da ação dos queratinócitos, fazendo com que eles depositem mais queratina nos fios.

Os cabelos são constituídos principalmente (cerca de 85%) de proteína e a queratina é a principal. Assim, acredita-se que, devido à maior quantidade de queratina nos cabelos brancos, eles ficariam mais espessos e, consequentemente, mais rebeldes.

Queratina: principal componente da fibra capilar

 

Existe alguma medicação para prevenir, retardar ou reverter o cabelo branco?

Até o momento, não existe nenhuma substância específica à venda que desacelere realmente o surgimento de cabelos brancos ou que possa revertê-los.

A prevenção contra o aparecimento mais rápido de cabelos brancos se baseia em:

  • Dieta rica em nozes, frutas e vegetais, pois são naturalmente ricos em substâncias oxidantes
  • Não fumar
  • Evitar exposição à poluição
  • Proteger o couro cabeludo do sol.

Mas e o uso de suplementos de antioxidantes não seria útil?

Não. Não há estudos científicos que comprovem que o uso de suplementos antioxidantes desacelerem o surgimento dos cabelos brancos. Além disso, em estudo publicado recentemente na revista Journal of the American College of Cardiology, os autores constataram um aumento de risco de mortalidade por todas as causas com o uso de misturas de antioxidantes. Este estudo reforça os riscos embutidos no uso indiscriminado de suplementos e a importância de obter as vitaminas e minerais da nossa dieta.

Algumas fontes muito ricas em antioxidantes são amora, morango, framboesa, mirtilo, laranja, abacaxi, repolho vermelho cozido a vapor e nozes, entre outros.

 

 

Para agendamento de consulta, clique aqui. 

Para saber mais sobre queda de cabelo, clique aqui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *